Destaques

Conhece a certificação energética?

Manuel Bóia, Administrador da Adene, explica o que é a certificação energética. Informe-se em relação ao tema e melhore o conforto da sua casa (enquanto poupa!).

O que é a certificação energética?

O certificado energético é uma forma de conhecer melhor a nossa casa, reduzir os custos com energia e melhorar o bem-estar. Este processo fica materializado no Certificado Energético, um documento que avalia a eficiência energética de um imóvel numa escala de F (muito pouco eficiente) a A+ (muito eficiente), emitido por Peritos Qualificados independentes.

Tudo isto continua a ser uma realidade desconhecida na sociedade portuguesa, e foi por causa disto que a ADENE sentiu a necessidade de lançar a campanha “Certificar é Valorizar”, com a missão de promoção do uso eficiente da energia, por todos e todos os dias, contribuindo para uma sociedade mais sustentável.

O primeiro passo para esta mudança passa pela sensibilização da reabilitação energética da casa. Queremos ajudar os portugueses a melhorar a sua habitação, queremos melhorar o seu estilo de vida, tanto a nível de conforto como a nível de poupança.

Para que serve?

O propósito do certificado energético é diagnosticar de forma detalhada o consumo e o desempenho energético de cada imóvel.

Contém informação sobre as características da nossa casa: isolamentos, janelas, ventilação, climatização e produção de águas quentes sanitárias, e o seu efeito no consumo de energia. Indica medidas de melhoria que podem ser efetuadas para reduzir o consumo, melhorar o conforto e a saúde, como por exemplo a instalação de janelas eficientes ou o reforço do isolamento exterior ou interior, entre outras. E, além disto, identifica benefícios fiscais e acesso a financiamento específico, quando disponíveis.

Como podemos tornar a nossa casa ‘energeticamente mais eficiente’?

É possível seguir boas práticas e ter mais conforto, melhor saúde, poupar no consumo de energia e valorizar a nossa casa.

Depois de investirmos na nossa casa (na medida do que for necessário) em obras de reabilitação em isolamentos de paredes, telhados, pavimentos ou mudança de janelas, que diminuem de forma permanente as necessidades de energia e melhoram o conforto, devemos avaliar se, ainda assim, é necessário ter equipamentos de arrefecimento ou aquecimento ambiente e procurar os equipamentos mais eficientes pelas suas etiquetas energéticas e (quando possível) que usem energia renovável. No aquecimento de água quente devemos procurar também equipamentos que usem fontes de energia renovável adequados ao clima, preferencialmente solar térmico. Mas também podemos ter práticas muito simples que promovem a imediata redução dos consumos como, por exemplo, favorecer a ventilação natural das nossas casas durante o dia.

Para o apoiar na implementação das medidas de melhoria indicadas no Certificado Energético, foram desenvolvidos guias de eficiência energética que explicam de uma forma simplificada as vantagens e as considerações a ter na decisão de implementar as medidas e que estão disponíveis no site da Campanha Certificar é Valorizar www.certificarevalorizar.pt

É importante sabermos que os Peritos Qualificados, além de serem os profissionais independentes responsáveis de todo o processo de avaliação, irão ajudar com recomendações personalizadas com vista a melhorar a eficiência energética da nossa casa.

Para nos ajudar a concretizar estas melhorias estão disponíveis vários apoios e benefícios financeiros para os proprietários que implementem medidas de melhoria depois da sua certificação energética, como o Programa Casa Eficiente 2020 ou o Fundo de Eficiência Energética. O site da campanha tem disponível toda esta informação em maior detalhe.

IN: Jornal Económico (27 julho 2018)

FreshJoomlaTemplates.com
Tuesday the 23rd. TESTE