Destaques

Sabia que os carros elétricos não pagam parquímetro e estão isentos do IUC?

Veículos elétricos estão também isentos ao pagamento do Imposto Único de Circulação (IUC). Conheça algumas das vantagens e desvantagens da utilização deste meio de transporte.

Os automóveis elétricos são cada vez mais uma realidade em Portugal. Em 2017 o número de veículos eléctricos duplicou face a 2016. Em termos percentuais a média ronda os 2%, o mesmo que no resto da Europa.

Uma das principais vantagens na compra de um carro elétrico prende-se com o nível ambiental, já que não emite dióxido de carbono (CO2). A eficiência de um motor a combustão ronda os 40%, enquanto um motor elétrico chega aos 90%.

As despesas de impostos são também menores com a utilização de um carro elétrico, pois estão isentos do Imposto Sobre Veículo (ISV) e do Imposto Único de Ciruclação (IUC) recebendo inclusive um incentivo fiscal para a sua aquisição.

Se residir na cidade de Lisboa poderá estacionar gratuitamente em todos os lugares que estejam regulados pela Empresa Muncipal de Estacionamento de Lisboa (EMEL), sem precisar de tirar um ticket. Basta comprar um selo verde da EMEL e colocá-lo na parte interior do carro junto ao vidro. Este selo custa 12 euros e é valido durante um ano.

Mas ter um carro elétrico nao são só vantagens: Desde logo por não serem ainda adquiridos pela maioria dos cidadãos, faz com que o seu preço seja mais elevado do que um carro a gasolina ou diesel. A nível de autonomia não é um carro aconselhado a longas viagens, no máximo poderá fazer 100Km a 200Km.

Para recarregar totalmente a bateria de um veículo elétrico são precisas entre seis a oito horas. O facto de serem silenciosos torna-os perigosos para os peões, mas também em caso de acidente podem explodir devido às baterias de lítio que possuem.

Antes de tomar uma decisão quanto à compra deste tipo de veículos, considere todas as vantagens e desvantagens.

IN: Jornal Económico (24 abril 2018)

FreshJoomlaTemplates.com
Sunday the 21st. TESTE