Destaques

Depois do diesel, Paris quer proibir carros a gasolina a partir de 2030

A cidade de Paris pretende reforçar as medidas de redução das emissões atmosféricas. A partir de 2030, quer proibir a circulação de veículos a gasolina na capital franceses, seis anos depois de os carros a gasóleo deixarem de poder circular nesta cidade. A proposta foi apresentada na quarta-feira pela presidente do município de Paris, Anne Hidalgo.

A proposta pertence ao plano do clima da cidade e visa cumprir os compromissos de uma cidade neutra de carbono e abastecida totalmente por energias renováveis em 2050. Estes compromissos foram assumidos na mais recente cimeira do clima.

“Quando verificamos que os eventos climáticos extremos estão a aumentar e que estão a acontecer as alterações climáticas, a prioridade das cidades está em tomar medidas que possam lidar com este desafio”, assinalou Christophe Najdovski, vereador dos Transportes de Paris, em declarações à edição digital da FranceInfo.

Para compensar o fim dos carros a gasolina na cidade, Paris vai reforçar a frota de transportes públicos e apostar cada vez mais em veículos elétricos. A proposta de Anne Hidalgo será discutida nas próximas semanas: nos dias 5 e 6 de novembro durante a apresentação do plano do clima e numa sessão em assembleia municipal a 20 de novembro.

Anne Hidalgo não espera muitas dificuldades a implementar esta medida porque mais de 60% dos residentes em Paris não tem carro.

França é um dos países que estão na linha da frente para travar as emissões de automóveis. O país tenciona deixar de vender veículos a combustão a partir de 2040, admitiu no início de julho o ministro do Ambiente, Nicolas Hulot. A poluição é a terceira causa de morte em França.

IN: Dinheiro Vivo (12 outubro 2017)

FreshJoomlaTemplates.com
Monday the 23rd. TESTE