Destaques

Plataforma 'Poupa Energia' lançada após o verão

O secretário de Estado da Energia anunciou hoje, em Vila Real, que o Operador Logístico de Mudança de Comercializador (OLMC) de eletricidade e gás natural, designado de 'Poupa Energia', vai ser lançado após o verão.

"Penso que tudo indica que ainda durante o mês de julho estará numa fase de protótipo, de alguma forma já em funcionamento, para ser possível, a seguir ao verão, fazer o seu lançamento", afirmou Jorge Seguro Sanches, à margem da inauguração do centro de atendimento e apoio ao cliente da empresa Goldenergy.

O objetivo é que o 'Poupa Energia', que visa facilitar a mudança de comercializador de energia, entre "em pleno funcionamento este ano".

O OLMC vai permitir explicar e dinamizar o mercado retalhista de energia, defendendo os consumidores com mais e melhor informação.

"O que é que ele vai possibilitar? Que os consumidores possam conhecer as ofertas que existam no mercado ao nível da eletricidade e do gás natural, numa plataforma informática ou através de um 'contact center' [centro de atendimento], e, por essa via, possam fazer a sua opção e a mudança de comercializador", explicou.

Jorge Seguro Sanches referiu que este projeto representa uma ambição com cerca de 10 anos e que vai ajudar ainda a combater a "iliteracia energética".

"Na eletricidade e no gás, os consumidores têm pouca perceção de qual é que é a fatura efetiva que pagam, a descodificação de uma fatura. Existe uma iliteracia energética em Portugal e um dos contributos que esta plataforma vai dar é que os portugueses conheçam de uma forma mais correta o que é que são os dados essenciais na energia", frisou.

A atividade do "Poupa Energia" vai ser assegurada pela ADENE - Agência para a Energia.

Nesta visita a Vila Real, o secretário de Estado elogiou o investimento da Goldenergy, empresa do grupo Dourogás, de cerca de 600 mil euros e que vai, até ao final do ano, criar mais cerca de 50 postos de trabalho. Atualmente trabalham ali cerca de 140 pessoas.

O governante disse ainda que esta empresa se tem vindo a afirmar e considerou que, quantas mais empresas entrem no mercado, melhores condições poderão ser proporcionadas aos consumidores, nomeadamente a nível do preço.

Jorge Seguro Sanches aproveitou também para referir que há atualmente no país cerca de 800 mil famílias que usufruem da tarifa social, dos quais cerca de 28 mil são do distrito de Vila Real e quase quatro mil deste município.

"E isto passou a ser possível desde que se implementou a lei de 2010, em que se passou de cerca de 80 mil em termos nacionais para 800 mil famílias", sublinhou.

IN: Notícias ao Minuto (4 julho 2017)

FreshJoomlaTemplates.com
Friday the 24th. TESTE